Buscar

Setembro Verde chama atenção para Inclusão da Pessoa com Deficiência

O mês de setembro além de marcar o início da Primavera, a estação da Flores, é também para chamar a atenção da população e de empresas sobre a importância da inclusão das pessoas com deficiência.


O mês de setembro além de marcar o início da Primavera, a estação da Flores, é também para chamar a atenção da população e de empresas sobre a importância da inclusão das pessoas com deficiência. Estamos falando do “Setembro Verde”, campanha que teve início em 2015 e tem como objetivo tornar o mês de setembro referência na luta pelos direitos e inclusão social da pessoa com deficiência. O mês foi escolhido por conta do dia nacional da Pessoa com Deficiência, celebrado em 21 de setembro.


O intuito é envolver a população em atividades voltadas para a inclusão social e dar visibilidade a causa da pessoa com deficiência.


Incluir a pessoa com deficiência intelectual na sociedade e no mercado de trabalho, é um dos objetivos do Recanto Tia Marlene que dá suporte e orientação aos atendidos, às famílias e às escolas visando sempre o melhor desenvolvimento e inclusão escolar e social.


Já o Programa de Educação Profissional está focado na qualificação da mão-de-obra da pessoa com deficiência intelectual para o empenho de uma tarefa, desenvolvendo por meio de atividades práticas com qualidade, quantidade e responsabilidade. E deste modo permite inserir o jovem com deficiência intelectual no mercado de trabalho.


“Conscientizar a população sobre a importância da inclusão social da pessoa com deficiência é o primeiro passo para construirmos uma sociedade, de fato, mais inclusiva e justa”, diz Cristiany de Castro, presidente da FEAPAES-SP.


“Mesmo com uma legislação avançada, que garante cotas no mercado de trabalho e outros direitos, as pessoas com deficiência ainda enfrentam dificuldade no mercado, na educação e no acesso à saúde”, completou.


Para Bruna, Assistente Social do Recanto Tia Marlene, inserir o deficiente no mercado de trabalho é um dos princípios da cidadania. “Ele também tem o direito a fazer tudo que uma pessoa que não tem deficiência faz, é respeitar essa pessoa com a sua diversidade”.


Inclusão no mercado de trabalho


De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) cerca de 24% dos brasileiros possuem algum tipo de deficiência. E apesar da importância e da obrigatoriedade legal, a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho formal ainda é pequena, cerca de 1% dessa população.


Neste ano de 2020, o intuito é envolver a população em atividades voltadas à inclusão social e dar maior visibilidade a causa da pessoa com deficiência.


Posts recentes

Ver tudo
LOGO TIA MARLENE PNG.png